domingo, 30 de novembro de 2008

RE-nascimento

Não que a chuva tenha passado...mas diminuiu!

E é primavera(talvez a gente tenha esquecido!)!!

O quintal dos meus vizinhos estão repletos de flores(na verdade, algumas delas a chuva já levou...)

Eu andei pesquisando algumas...mas tem outras que nem o nome sei!!

Será que alguém sabe o nome??Pode me ajudar??



Tão linda e nem seu nome sei...

Sei que é uma árvore!

-------------------------------------------------------------------
Já essa é a Buganvílea!!Tem cada cor linda!!Um vizinho tem branca, mas é muito delicada e a chuva levou antes de fotografar...

Nome Técnico: Bougainvillea spectabilis Willd.

Sin: Bougainvillea bracteata Pers.

Nomes Populares : Tres Marias, primavera, buganvílea

Família : Angiospermae - Família Nyctaginaceae

Origem: Nativa do Brasil, região do leste e nordeste.


Descrição:
Arbusto lenhoso de médio a grande porte, sem tamanho definido, de muitos ramos, espinhento, escandescente cultivado no mundo inteiro pelas sua inflorescências coloridas.
As folhas são ovais acuminadas de textura fina e as flores são pequeninas de cor branca envolvidas por tres brácteas coloridas nas cores branca, rosa claro, coral, carmim, púrpura, alaranjada e amarelo ouro, formando grande inflorescência nas pontas dos ramos.
Floresce principalmente na primavera e verão e esporadicamente durante o ano.

Cultivo:
Deve ser cultivada a pleno sol em solo fértil e bem drenado.
A cova de plantio deve ser preparada com composto vegetal e animal decomposto, com a adição de adubo granulado NPK formulação 10-10-10, colocando-se no fundo da cova um pouco de areia para facilitar a drenagem. A poda dos ramos não deve ser feita com a planta florida, aguardar a época vegetativa para dar a forma desejada ao arbusto.
Um efeito muito interessante é o plantio junto a um poste de madeira ou ferro e ir enrolando devagar os ramos, deixando formar uma copa acima de 2,50 m, imitando um árvore. Fica muito ornamental, mas exige manutenção constante.
A propagação da planta é feita por estaquia de ramos mergulhados em enraizadores e colocados em casca de arroz carbonizada ou areia mantidos úmidos e também por alporque.

Ambiente e uso decorativo:
A bugainvilea é uma das trepadeiras mais bonitas para o paisagismo, caracterizando nosso clima tropical e colorido.Todas as regiões do Brasil podem cultivá-la com grande efeito paisagístico num jardim.
Pode ser colocada numa pérgola com uso de ambiente de lazer com mesas e cadeiras, onde seu colorido empresta um belo contraste com móveis claros. Seu uso em grandes vasos em jardins com piscinas, em arcos para acabamento de corredores ensolarados e para muros e paredes faz dela uma das plantas mais procuradas para projetos.
Algumas são comercializas em grandes vasos, troncos grossos e retorcidos, muito ornamentais. Tratam-se de mudas mais velhas, às vezes matrizes que são comercializadas para dar lugar a novas. Tem aparência de bonsais, ficam muito interessantes junto a piscinas, terraços e solitárias sobre gramados. Mas, além de muito caras, já não florescerão tanto quanto uma muda nova e vigorosa.
*********************************************************
Tem os Ipês amarelos...

Que estavam lindos e floridos antes das chuvas...



Nome Técnico: Tabebuia chrysotricha Standl.

Nomes Populares : ipê amarelo

Família : Família Bignoniaceae

Origem: Originária do Brasil, nos estados do Espírito Santo até o sul do país.

Descrição:

Árvore caducifólia com até 10,0 m de altura, forma irregular e folhas verdes compostas de tres folíolos asperos e coriáceos.
Flores campanuladas amarelo-ouro reunidas em inflorescência terminal.
Floresce no final do inverno até primavera, primeiro as flores na árvore sem folhas.



Modo de cultivo :

Local ensolarado, não exigente em fertilidade do solo.
Reproduz-se por sementes que devem ser postas em substrato orgânico assim que colhidas, em local sombreado e com regas regulares.



Paisagismo:

Uma das árvores mais bonitas em paisagismo urbano pela sua bela e exuberante floração.
Pode ser cultivada nas ruas e parques e também em jardins empresariais, para condomínios e residências, com grande sucesso ornamental.
No planejamento de jardins é preciso não esquecer que sua floração dura pouco tempo, e seu uso como atração principal na primavera deve ter boa combinação com as outras plantas.
Arbustos e herbáceas de florescimento na mesma estação devem combinar com as cores de suas flores para não causar um impacto visual demasiado forte.
Num paisagismo planejado corretamente, plantas com florações de cores que não combinam com o amarelo do ipê podem ser colocadas, mas sua época de aparecimento deverá ser diferente, dando ao jardim nova atração.
E tem os cor de rosa aqui na minha região também!Lindos!Mas raros...



#############################################

E tem essas daqui...tão lindas...

Não consegui descobrir seu nome...








Alguém se habilita???Conhece?

&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&

Um nome tão esquisitinho pruma frô di formosura:

Camarão Amarelo!



Nome Técnico:Pachystachis lutea

Nomes Populares :candelabro de ouro, camarão amarelo

Família : Família Acanthaceae

Origem: Originário do Perú.

Descrição:
Arbusto muito ramificado, folhas verdes ovais e ponteagudas, inflorescência semelhante ao camarão vermelho, porém com brácteas em amarelo-ouro.
Muito usado para maciços, renques junto a muros ou ladeando árvores e outras plantas verdes.

Porte:
Seu tamanho pode pode atingir 1,0 m de altura.

Ambiente e uso decorativo:
Pode ser usado em jardineiras, canteiros ou plantas de vasos..

Cultivo:
É cultivada em canteiros ensolarados e com regas regulares.
Não é exigente em fertilidade do solo e tolera estações com poucas chuvas.
A propagação pode ser feita por estaca de ramo, deixando pelo menos duas gemas.

%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%

Hibisco Vermelho !


Nome Técnico:Hibiscus rosa sinensis

Nomes Populares :Hibisco, mimo-de-Vênus

Família : Família Malvaceae

Origem: Originário da Ásia e disseminado pelo mundo inteiro

Descrição:
Tem uma forma mais ovalada e se podado nos ramos inferiores, pode servir como árvore de pequeno porte.
Suas flores são campanuladas e encontradas em cores branca, amarela, rosa e vermelha, simples e dobradas. Florescem praticamente o ano inteiro.

Porte:
Arbusto de alto porte, pode atingir até 3,50m.
Ambiente e uso decorativo:Pode ser usado para ornamentação de jardins, como se fosse uma pequena árvore, como planta alta para cortina de proteção visual, como cerca-viva e também para ornamentar calçadas e canteiros centrais em avenidas.

Cultivo:
São cultivados em locais ensolarados e não são plantas exigentes em fertilidade do solo.
No plantio de uma muda, colocar na cova composto orgânico e adubo granulado NPK fórmula 10-10-10. Fazer a adubação de reposição no inverno, na projeção da copa.
Regas regulares.
Aceita poda, mas é preciso saber que, se for muito podado, haverá pouca emissão de flores, pois estas nascem na ponta dos ramos. A propagação de mudas é feita por estaquia de ramos, na época da primavera.
@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@

Amor Perfeito ... aiai...



Nome Técnico:Viola tricolor L.

Nomes Populares :Amor-perfeito

Família :Família Violaceae

Origem: Originária da Europa e Ásia.

Descrição:
Planta herbácea de até 25 cm de altura.
Caule verde flexível e ramificado, folhas opostas de bordas denteadas e pecíolo longo e flores achatadas de perfeita simetria em diversas cores, algumas bicolores ou com manchas escuras no centro.
Floresce do meio do outono até quase o início do verão, indicada para regiões mais frias.

Modo de Cultivo :
Em canteiros, vasos e jardineiras de qualquer tamanho, em local ensolarado e com substrato rico em composto orgânico, solto e bem drenado.
Seu ciclo se inicia com a semeadura no outono, e as produções comerciais fazem semeadura com dias de intervalo para extender o tempo de oferta.

Paisagismo:
Cultivado em grandes canteiros de uma só cor ou de cores variadas, em algumas cidades deste país são a atração para turistas.
Uma dica: para completar vasos de plantas perenes, não retirar do recipiente, somente introduzi-lo no substrato. Quando passar o ciclo ou a estação, retirar e substituir por outra planta, como a petúnia, por exemplo.


$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$


Essa agora, sei que é bem comum, mas não conheço o nome...


¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Cambará!

Nome Técnico:Lantana camara

Nomes Populares :cambará, lantana, verbena

Família : Família Verbenaceae

Origem: Nativa do Brasil.

Descrição:
Arbusto semi-herbáceo muito ramificado de caule quadrangular, folhas ovais rugosas e de forte odor.
Flores pequenas tubulares reunidas em inflorescência pequena ao longo dos ramos em diversas cores, inclusive bicolores, com floração o ano inteiro.

Ambiente e uso decorativo:
Cultivada em renques e canteiros grandes atrai borboletas como nenhuma outra planta.

Cultivo:
Local ensolarado, com bastante espaço pois tem a tendência a ser invasiva.
Não é exigente quanto à fertilidade do solo, é resistente à seca e ao frio.

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Maria Sem Vergonha = Dá em tudo que é lugar!rsrsrs





Nome Técnico:Impatiens walleriana Hook .F.

Nomes Populares :Maria-sem-vergonha, beijo turco, balsamina, impatiens.

Família :Família Balsaminaceae

Origem: Originária da África

Descrição:
Planta herbácea que dura alguns anos, de caule suculento, folhas com pecíolo levemente serrilhadas.
Flores nas pontas dos ramos, solitárias, vistosas e com a característica de ter um apêndice tipo espora. Seus frutos ovais quando maduros abrem-se ao toque, lançando as sementes longe.
Pode ser cultivada no país todo, é tolerante ao frio e ao calor.

Modo de Cultivo:
Deve ser cultivada à meia-sombra, o sol direto reduz seu tamanho e dura então pouquíssimo tempo.
Aprecia solo solto, rico em matéria orgânica e levemente ácido. Propagação por sementes ou por estaquia de ramos, sem as flores.
Enraiza facilmente quando os entrenós do ramo encostam no solo.

Paisagismo:
Para todo tipo de jardim, como opção de cobertura vegetal em lugar do gramado, para acabamento de canteiros e como opção para ornamentar maciços somente de plantas verdes.
Faz um belo efeito quando plantado em vasos de pequena altura mas de boca larga, usado como pendente ou para complementar conjuntos de plantas em vasos se não desejar usar cascas ou pedriscos.

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++


Jasmin Rosa??


____________________________________________

Azaléia!!!


Família: Ericáceas

Origem: China e Japão

Porte: Atinge até 2 m. de altura

Floração: inverno e início da primavera

Propagação: estacas de galho

Luminosidade: sol pleno/meia-sombra

Regas: Regulares, sempre que o solo estiver seco

A azaléia, um arbusto da família das Ericáceas, tornou-se muito popular e hoje pode ser encontrada formando cercas-vivas, compondo maciços em jardins, alegrando corredores e entradas mesmo plantada em um vaso. Um dos segredos do seu sucesso é que a floração ocorre justamente nos meses de inverno e traz um pouco de colorido num período em que a maioria das plantas encontra-se em repouso. Outro segredo é que a azaléia é uma planta relativamente rústica e resistente: suporta com bravura certas condições bem adversas e, por isso, é muito usada em jardins e praças públicas, dando um toque de "vida" até mesmo nos canteiros das grandes avenidas de cidades como São Paulo, tão castigada do ponto de vista ecológico-paisagístico.A variedade mais popular no Brasil é a Rhododendron indicum, que originalmente produz flores roxas, rosas e brancas, mas graças à intervenção humana, pode ser encontrada em inúmeras matizes chegando até ao vermelho brilhante.
Solo:
Por ser um arbusto rústico, a azaléia adapta-se bem a qualquer tipo de solo, porém, para produza uma florada exuberante, o ideal é cultivá-la usando a seguinte mistura de solo:· 2 partes de terra comum de jardim· 1 parte de areia· 1 parte de composto orgânicoLuminosidade e regas: As azaléias não florescem dentro de casa e precisam de luz solar plena para crescerem bem. Para mantê-las em áreas internas, deixe as plantas fora de casa até que as flores se abram, aí então podem ser levadas para dentro, mas é preciso que fiquem em um local bem claro, próximo à janela. O cultivo pode ser feito à meia-sombra desde que a planta receba luz solar direta pelo menos 4 horas por dia. Evite o excesso de água nas regas: o ideal é fornecer água à planta apenas quando o solo apresentar-se seco, sem encharcar.
Adubação:
Floradas pouco exuberantes ou brotos que não crescem é sinal que falta nutrientes para a azaléia. Adube uma vez por mês com a seguinte mistura: · 1 parte de farinha de ossos· 1 parte de torta de mamonaSe for utilizar fertilizante químico, dê preferência para aqueles ricos em fósforo (o P da fórmula NPK). Ou seja, escolha um NPK onde o P seja maior que o N e o K. Ex: um NPK de fórmula 4-12-4.Podas: Depois da floração, a poda é uma boa medida para estimular o surgimento de novos brotos e garantir uma próxima florada bem exuberante. Aproveite para fazer uma boa limpeza na planta, retirando as flores murchas e as folhas amarelas. Assim que terminar a floração das azaléias, retire os galhos em excesso e corte as pontas dos outros galhos, até chegar ao formato e tamanho que você quiser. Para aumentar a próxima floração, elimine as pontas de todos os galhos que floresceram este ano.

============================================

E para encerrar mais uns matinhos daqui...








*fotos são minhas mesmo
*fonte:http://www.fazfacil.com.br/jardim/flores_dicas_projeto.html
http://www.jardimdeflores.com.br/floresefolhas/azaleia.html

8 comentários:

Srta.Formiga disse...

Já descobri uma: a primeira da lista, chama-se pata de vaca(pelo formato das folhas)!Obrigada!!

Ví por aí... disse...

Aaaaaaaaaaahhhh
Não vale...
Passei aqui p/ falar a que eu sabia...e vc já descobriu!!!!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Isso mesmo...muita gente a conhece como pata de vaca...
As flores são realmente lindas e dizem os idosos que suas folhas (da pata de vaca) é um santo remédio para diabetes (chá)...
Pode perguntar por aí...
rs
Bjkas!!!

Marcia disse...

Olá, aquela linda, azulada, que vc disse que não sabia a identificação dela é a strongylodon macrobotrys, ou, trepadeira de jade ou trepadeira-filipina, é linda demais mesmo

beijos

Srta.Formiga disse...

Valeu Marcia,muito obrigada

donatto disse...

oi sra formiga...muito legal o seu blog, na verdade é lindo...aquela flor bonitona que vc perguntou é a flor de jade...sou paisagista e artista, a seu dispor...au revoir..



http://www.rogerioldonatto.blogspot.com/

ARANOI disse...

Minha querida amiga, a trepadeira que está sobre um portal se chama GLICINIA sou louca por essa flor e as minhas mudas ainda estao pequenas meu sonho e ve-las florindo , a TREPADEIRA JADE tbem o possuo e este ano me presenteou com belos cachos.

veja no meu blog algumas fotos WWW.dedodeprosaepoesia.blogspot.com
bjcas

Ana Rafaela disse...

A jasmim rosa na verdade é chamada de jasmim manga..
Nome Científico: Plumeria rubra
Sinonímia: Plumeria aurantia
Nome Popular: Jasmim-manga, frangipane, árvore-pagode, plumélia, jasmim-de-são-josé, jasmim-do-pará, jasmim-de-caiena
Família: Apocynaceae
Divisão: Angiospermae
Origem: América Tropical
Ciclo de Vida: Perene
O jasmim-manga é uma árvore encantadora, seu aspecto exótico e suas flores perfumadas envolvem a todos. Seus caule e ramos são bastante robustos e apresentam uma seiva leitosa e tóxica se ingerida. As folhas são grandes, largas e brilhantes e caem no outono-inverno. A floração inicia-se no fim do inverno e permanece pela primavera, com a sucessiva formação de flores de diversas cores e nuances entre o branco, o amarelo, o rosa, o salmão e o vinho. Está disponível no mercado uma forma variegada da planta.

Devem ser cultivadas à pleno sol, em solo fértil, leve e bem drenado. Não é tolerante ao frio e às geadas. Pode ser cultivada isolada ou em grupos, em amplos espaços, preferencialmente longe de dormitórios devido ao forte perfume. Multiplica-se por estaquia.

Anônimo disse...

Formiguinha
O nome da belíssima flor lilás, de cachos, que você postou acima, é glicínia (do grego "glikús", que significa "doce" - confira "glicose"). Essa flor é realmente doce! Vi muito em Portugal e na Grécia. Aqui no Brasil vi pés maravilhosos com flor em Ouro Preto (MG) e em Pelotas (RS). Tenho um´pé plantado em minha casa, que plantei há vários anos. Ele deu 2 cachos neste ano, mas creio que não vai florescer muito porque é uma planta de clima temperado e minha cidade é muito quente. Tudo de bom! Edvanda (e-mail: edvanda@fclar.unesp.br)